CACULÉ

05.09.2010

Da Redação

Foto - CACULÉ

Não é todo dia que alguém completa 91 anos com tanta energia

Para comemorar os 91 anos de emancipação política do município de Caculé, o Governo de Caculé preparou uma programação especial, envolvendo as Secretarias da Educação, Esporte, Cultura e Lazer. O dia começou com a tradicional alvorada que percorreu as principais ruas do município, com a participação da Associação Filarmônica Francisco Amaral.

A tarde teve programação esportiva com o amistoso entre a equipe de juniores do Esporte Clube Vitória, de Salvador, contra a seleção de Caculé. O resultado do jogo foi de 2 X 1 para o Vitória, time que o filho de Caculé Arthur Neves joga desde 2006. O público lotou o Estádio Municipal Nilo Xavier para prestigiar a grande partida com grandes emoções e muita adrenalina.

Para fechar a comemoração, apresentaram-se na Praça Deoclides Cardoso a animada Banda Vera Cruz e o cantor do município, Thiago Araújo, que deram um super show.

Ainda na programação do aniversário de Caculé, e em comemoração ao Dia do Estudante, aconteceram os jogos inter-escolares, durantes os dias 10 a 12 de agosto, nas Quadras de Esporte Antônio Fróes, envolvendo os alunos do ensino fundamental e educação de jovens e adultos - EJA. Este ano, a Semana Esportiva englobou novas modalidades, como o xadrez, o dominó e o baralho. A final dos jogos foi dia 12 de agosto, com uma linda apresentação sobre Meio Ambiente, realizada pelos alunos do Centro de Educação Infantil Gente Nova.

Caculé é um Lápis da Mão de Deus
Carlos Alberto de Souza
(Carlinhos White)

Caculé esboça ainda menina, brincando na corda bamba do tempo. Caculé das floradas dos jardins. Dos folguedos e das brincadeiras de amarelinha. Caculé de mocidade eterna. Caculé nasceu das caminhadas do negro escravo Manoel Caculé.Caculé das madrugadas e das tardes ensolaradas que apaixonaram nossos avós, pais filhos e todas as mulheres que sonham dias. Dos dias de certeza do agora. Do sorriso que acende na balança que pesa a coragem, o compromisso, a humildade que balança o berço e partilha o pão. Caculé das Marias, dos Josés, do Coração de Jesus e dos homens de fé. Caculé moça bonita, criança peralta. Caculé da procissão, do colegiado, do desfile de setembro, do amor do padroeiro Coração de Jesus, Caculé senhora de noventa e um anos, que parece menina de trança que canta na micareta, e dança no forró do Arraiá de Caculé. Caculé dos que vem de fora levantando sonhos na "Pedra da Sereia" e das pedras das lavadeiras, das calçadas, das altaneiras e da Igreja Matriz que aponta o céu. Caculé religiosa da Capela Nossa Senhora Aparecida. Caculé das donzelas do jeito de olhar das janelas. Caculé que não sai do salto. Caculé que movimenta o asfalto. Caculé do trabalho, do comércio, do progresso da parada do sucesso dos atores, poetas escritores e compositores, jogadores e dos que jogam flores para as I...Dálias, Rosas, Gardênias, Hortênsias, Magnólias, Violetas, e também de Berenice que disse: "Toma um banho Caculé, nesta chuva gostosa que joga no teu corpo sadio, veste tua saia rodada de gente baiana, esta saia verde horizonte e vem filosofar comigo. Hum! Como estás bonita de sapato novo!". Caculé com prefeitos, preceitos e normas. Nossa cidade faz 91 anos e que os anos não desfaz. Ah! Caculé se não fosse cidade seria Felicidade

 

 

COMENTE ESSA NOTÍCIA | 0 COMENTÁRIOS

Seu comentário